Um verdadeiro absurdo o ato fascista da Infraero que na ânsia de praticar as maldades e o descaso com a sociedade brasileira anunciadas a todo o momento por esse governo de hospício, resolve demitir mais de 90 empregados aposentados de seus quadros de forma arbitrária descumprindo, na cara de pau, o acordo de estabilidade que ainda está vigorando.

O presidente do Sina, Francisco Lemos, ao saber dessa atitude nefasta da empresa, reagiu imediatamente. Lemos gravou áudio na manhã desta terça-feira, 6 de outubro de 2020, alertando e informando a categoria.

Ouça o áudio.