Presidente do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina), Francisco Lemos, ressalta prejuízos que a concessão do Terminal de Carga (Teca) de Manaus trará para a Zona Franca, o Estado de Manaus e a Região Norte do país. 

Lemos propõe que a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) seja envolvida na discussão, devido aos impactos que a concessão poderá gerar na planilha de custos, principalmente, dos eletrônicos manufaturados e seus componentes, considerados cabeça de linha de produção já no terminal de cargas aéreas.